Trabalho na Rede Pública

A parceria com a Prefeitura teve início em 1990, através de um trabalho voluntário com grupos de diabéticos e hipertensos, no Centro de Saúde do Jardim Aurélia. O desdobramento disso resultou no Projeto de Terapias não convencionais na Rede Pública de Campinas – com o Curso Técnicas corporais em grupo/Sistema Rio Abierto em 1993. 

Este projeto foi o pioneiro na implantação da Saúde Integrativa em Campinas, que hoje é modelo no Brasil, que inclui a prática da atividade física, fitoterapia, meditação, homeopatia e acupuntura.

Desde então são desenvolvidos atendimentos, treinamentos, supervisão e cursos de capacitação em Movimento Vital Expressivo para profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas.

As atividades referidas possibilitaram a expansão do Sistema Rio Abierto junto aos usuários e funcionários em vários Centros de Saúde, Centros de Convivência e Centro de Reabilitação. A população atendida compreende uma larga faixa etária (de crianças até idosos), portadores de disfunção metabólica, portadores de alterações osteomusculares, indivíduos sedentários, poliqueixosos, mulheres e homens com depressão e/ou ansiedade, terceira idade e grupos de pacientes psiquiátricos em reabilitação (Capes). Atualmente cerca de 600 pessoas participam dos grupos.

Clique no Botão abaixo para ter acesso a tabela de horários.

Trabalhos e Projetos desenvolvidos pelo Rio Abierto Campinas na Rede Pública de Campinas, através da Prefeitura Municipal.
Rio Abierto na Rede Pública